Taking too long? Close loading screen.
Aguardem.... carregando dados do servidor.

FEAGRO

A Engenharia Agrônomica

A palavra agronomia, numa tradução literal designa-se  “leis do campo” e na concepção moderna, concerne-se ao conjunto das ciências e dos princípios que regem a práticas da agricultura e pecuária. O eixo temático da agronomia é amplo, abrangendo as ciências exatas, naturais e sociais, relacionando tudo o que diz respeito às interrelações existentes entre a natureza e os seres vivos. 

As tecnologias aplicadas a essa área do conhecimento visam essencialmente práticas de produção, conservação, comercialização e consumo de alimentos comprometidas com a  preservação do meio ambiente, bem como com a promoção da saúde humana e bem estar animal.

A agronomia é exercida pelo Engenheiro Agrônomo, diplomado por uma escola superior de Engenharia Agronômica reconhecida no país e credenciado por um Conselho Regional (CREA). A graduação em agronomia tem duração de cinco anos e abrange, além das disciplinas acadêmicas, atividades complementares que visam a ampliação das experiências e formação do futuro profissional

O que estuda um futuro Engenheiro Agrônomo?

O Engenheiro Agronômo é responsável por entender e conhecer todas as etapas envolvidas desde às primeiras fases do processo produtivo até a distribuição da mercadoria. Durante a graduação os alunos aprendem a usar racionalmente os recursos disponíveis para a produção vegetal e animal, buscando sempre o desenvolvimento sustentável.

O curso de Engenharia Agronômica visa a formação de profissionais que sejam capazes de compreender e traduzir as necessidades individuais e coletivas da sociedade. Bem como de grupos sociais específicos com relação aos problemas tecnológicos, socioeconômicos, ambientais, gerenciais e organizacionais.

Competências e habilidades envolvidas

 

  • Projetar, empreender, coordenar, analisar, fiscalizar, assessorar, supervisionar e especificar técnica e economicamente projetos agroindustriais e do agronegócio.
  • Atuar na organização e gerenciamento empresarial interagindo e influenciando nos processos decisórios de agentes e instituições, na gestão de políticas setoriais.
  • Gerar tecnologia, condições para implementar, produzir, conservar e comercializar alimentos, fibras e outros produtos agropecuários de modo a preservar os recursos naturais.
  • Participar e atuar em todos os segmentos das cadeias produtivas do agronegócio.
  • Exercer atividades de docência, pesquisa e extensão no ensino técnico profissional, ensino superior, pesquisa, análise, experimentação, ensaios e divulgação técnica e extensão.
  • Enfrentar os desafios das rápidas transformações da sociedade, do mundo, do trabalho, adaptando-se às situações novas e emergentes.
  • Diagnosticar problemas e propor soluções, com auxílio da pesquisa científica, considerando a realidade socioeconômica e ambiental dos produtores e do espaço analisado.
  • Tomar iniciativa técnica e administrativa nas diferentes formas de organização, solucionando dúvidas e problemas do exercício profissional.
  • Atuar como gerador e difusor de informações e novas tecnologias, considerando igualmente processos de adequação destas, de modo que beneficiem o conjunto da sociedade.
  • Conhecer, criticar, fazer propostas e atuar, posicionando-se em relação às políticas públicas no campo do espaço agrícola e ambiental.
  • Posicionar-se em relação aos grandes temas agrícolas e ambientais da realidade brasileira e afetos à profissão de Engenheiro Agrônomo.

 

Rolar para cima